farinhas-integrais
Quem está fazendo uma dieta sabe o quanto é importante e difícil reduzir consideravelmente o consumo de farinha de trigo branca, porém é um esforço realmente necessário que trará resultados tanto para sua dieta como também para sua saúde. É verdade que todas as farinhas são fontes de carboidratos, porém vale lembrar que são fontes de diferentes tipos de carboidratos e também e diferentes quantidades.

Outro fator importante para qualquer dieta é ter boas fontes de fibras, o que é plenamente atendido com as farinhas que serão sugeridas mais adiante, poderá notar que além de estar facilitando sua dieta ainda estará contribuindo para uma melhor nutrição pois algumas além de fontes de fibras também são boas fontes de outros excelentes nutrientes.

Estas farinhas também ajudam a manter a sensação de saciedade por mais tempo pelo fato de serem ricas em fibras, isto sem contar que também ajudam a controlar as taxas de açúcar no sangue e ainda a combater o colesterol.

5 Tipos de Farinha para uma Vida mais Saudável!

Farinha de amêndoa: uma rica fonte de proteínas, gorduras saudáveis ao organismo e 35% da recomendação diária de vitamina E (um poderoso antioxidante). Uma dica especial sobre esta farinha é que deve ser mantida refrigerada ou congelada após a abertura de sua embalagem.


Ideal para: empanar frangos e peixes, almôndegas, bolos, pratos que utilizam migalhas de pão ou para fazer a substituição de até ¼ da farinha branca em bolos, panquecas e tortas.

Para cada ¼ de xícara de farinha de amêndoas terá 160 calorias, 14g de gorduras (sendo apenas 1g de saturadas), 6g de carboidratos (1g de açúcar), 0mg de sódio, 3g de fibras, 6g de proteínas. Não contém glúten.

Farinha de Quinua: esta farinha oferece um tipo de proteína de alta qualidade, considerada completa (provê todos os aminoácidos essenciais, incluindo triptofano), também é uma rica fonte de Ômega 3 e 6. Uma dica especial para evitar o sabor forte deste grão o triture e asse em uma folha vegetal a 100° C por cerca de 10 minutos.

Ideal para: enriquecer biscoitos e também para bolos. Estando em flocos ou grãos terá seus benefícios ainda mais preservados.

Para cada ¼ de xícara terá 110 calorias, 1,5g de gordura (0g saturada), 18g de carboidratos (0g de açúcar), 8 mg de sódio, 2g de fibras e 4g de proteínas. Não contém glúten (grão integral).

farinha-linhaca

Farinha de Linhaça: em sua versão estabilizada terá preservada suas gorduras insaturadas (Ômega 3 e 6), que são conhecidas por ajudar a aumentar o nível de HDL (bom colesterol), é mais farinha rica em fibras e lhe trará todos os benefícios do consumo de alimentos ricos em fibras.

Ideal para: enriquecimento de pães e bolos, tortas e ainda para empanar assados, também pode ser consumida com frutas.

Em cada ¼ de xícara terá 96 calorias, 1,8g de gorduras (0,5g saturadas), 8g de carboidratos, 8 mg de sódio, 3g de fibras, 6,8g de proteínas. Não contém glúten.

Farinha de soja: fonte de cálcio, fibras e possui mais do que o triplo de proteínas do que a farinha branca. Também se destaca por possuir isoflavonas (ajudam a combater os sintomas da TPM e menopausa).


Ideal para: engrossar molhos e encorpar sopas. Para receitas não fermentadas pode-se utilizar até 1/3 de farinha de soja em substituição da farinha branca.

Farinha de cevada: rica em fibras que agem a favor do intestino e auxiliam a diminuir os níveis de gordura e glicose na circulação sanguínea. Também é uma excelente fonte de magnésio e selênio, assim ajudando a relaxar a musculatura e também a combater os radicais livres.

Ideal para: biscoitos macios, preparo de pães e panquecas que tendem a ficar menos “massudos” com esta alternativa.

Para cada ¼ de xícara terá 110 calorias, 0g de gordura, 23g de carboidratos (0g de açúcar), 3mg de sódio, 5g de fibra, 3g de proteína. Grão integral.