CAPA-A importância das fibras de colágeno para nossa  movimentaçãoDescubra como as fibras de colágeno são essenciais para as nossas articulações!

Muito se fala sobre a importância das fibras de colágeno para a manutenção da pele com aparência mais jovem, porém, além de contribuir para ter uma pele com consistência mais firme e sem rugas aparentes, o colágeno é usado em muitos outros processos do nosso organismo.

Um dos mais importantes processos é a sua participação na constituição das articulações, sendo essas estruturas as que permitem a interação entre ossos e consequentemente possibilitam a nossa movimentação.

Para termos noção de como essa fibras de colágeno podem constituir a pele e ao mesmo tempo estruturas mais internas do organismo, como as articulações, vale uma comparação entre a pele e essas articulações.


A nossa pele é composta de três camadas, a epiderme, amada mais externa e composta por grande parte de células mortas); A derme, camada intermediária, bastante vascularizada e feita por tecido conjuntivo e o subcutâneo ou hipoderme, constituindo a camada mais interna da pele.

Então, é na derme que temos o tecido conjuntivo denso, feito de fibras de colágeno e onde encontramos a ligação entre os constituintes da pele e das articulações. Na derme, essas fibras de colágeno tem a função de dar mais resistência a pele e nas articulações, essa função é a mesma.

MIOLO-A importância das fibras de colágeno para nossa  movimentação

As fibras de colágeno são constituintes essenciais da maioria das articulações e estão presentes em todas as articulações sinoviais, as chamadas de “verdadeiras articulações”, pois nelas há a movimentação das peças ósseas.

De maneira geral, as nossas articulações podem ser classificadas quanto ao seu movimento em três tipos, as sinartroses, as anfiartroses e as sinoviais, cada uma com características especiais.

As sinartroses, também chamadas de “articulações falsas”, não se movimentam e são as responsáveis por fixar os nossos ossos do crânio e fazer a junção dos ossos rádio a una e da tíbia a fíbula.

As anfiartroses apresentam duas classificações, sendo as sínfises constituídas por fibras de colágeno e cartilagem e tendo como exemplo a junção entre os ossos pubs que formam a nossa “bacia”.

E por último há as articulações sinoviais, que são as articulações que permitem o nosso movimento, apresentando estruturas feitas apenas de fibras de colágeno (como a membrana externa da cápsula articular) e sem as quais a articulação não funcionaria, além de causar muita dor ao indivíduo.

A falta de fibras de colágeno no organismo irá prejudicar todas as partes que tem elas como componente e no caso das articulações pode provocar desgastes e doenças nas articulações como a artrite, a artrose e a osteoartrite, por isso é importante sempre manter os níveis de  fibras de colágeno em um patamar ideal.