CAPA-Veja se dar bronca no bebê, de zero a dois anos de idade, é eficaz e o que Jean Piaget fala sobre essa curiosidade dos bebêsRespondendo à pergunta… Digo que dar bronca no bebê, gritar e brigar não adianta.

Mesmo que o seu filho, neto, sobrinho ou conhecido já engatinhe e já consiga te surpreender nas “traquinagens” que ele já consegue fazer, ele ainda não é maduro o suficiente para conseguir distinguir as suas ações e caracteriza-las como sendo o certo ou o errado.

As crianças até os dois anos de idade são muito frágeis, indefesos e a maioria das suas ações acontecem de forma involuntária, como um processo de conhecimento do mundo.

Por isso não adianta de jeito nenhum tentar dar bronca no bebê, de forma agressiva e irritada. Não indica-se educar com gritos em fase nenhuma da vida de uma criança, mas no caso dos bebês, usar essa alternativa é ainda pior para o desenvolvimento cognitivo dele.


Mas claro que isso não significa que você não deva fazer nada, quando o bebê estiver fazendo algo que seja perigoso para ele. O correto é você dar bronca no bebê “de forma leve”, ou seja, em vez de gritar e bater, começar a orientá-lo.

Por exemplo, quando ele puxar o fio do aparelho de TV ou tentar lamber um sapato ou o chão sujo, olhe de forma fixa para ele e diga para ele não fazer isso, e SEMPRE redirecione ele para outra atividade, sem gritar, nem bater. Ele não irá entender suas palavras, mas com o passar do tempo, irá começar a associar aquela ação a algo ruim para ele.

A atenção das crianças dessa idade é muito curta, e logo ele esquece o que estava fazendo antes. Então, achar que ele entende o que você fala, usar de gritos, bater, só servirá para assustá-lo e pode até machucá-lo, quando por exemplo, você chacoalha ele, podendo causar danos cerebrais permanentes e até a morte da criança.

MIOLO-Veja se dar bronca no bebê, de zero a dois anos de idade, é eficaz e o que Jean Piaget fala sobre essa curiosidade dos bebês

Mas não proteja seu bebê em excesso…

Explorar o locais e objetos faz parte do aprendizado da criança!

Faça locais seguros na casa, onde o bebê possa explorar os objetos em volta dele. De acordo com Jean Piaget, um dos maiores autores usados para dar base na área de desenvolvimento cognitivo das crianças, o indivíduo aprende construindo e reconstruindo o seu pensamento, através da assimilação e acomodação das suas estruturas.

Isso quer dizer que, a criança precisa explorar coisas novas, para assim assimilar esse novo conhecimento e construir as suas experiencias e desenvolver sua mente.

Para essa fase de exploração, que vai do zero até os 2 anos de idade, Jean Piaget chamou de estágio sensório-motor e será nessa fase que terá início o desenvolvimento das coordenações motoras, a noção da diferença entre os objetos e o próprio corpo e os pensamentos sobre o concreto. Então, evite dar bronca no bebê, por tudo, deixe-o ter experiências.