Aliados que vão ajudar a turbinar a sua dieta:
Conheça os alimentos imprescindíveis para enxugar as gordurinhas e deixar a pele mais jovem.

alimento aliados

1. Iogurte desnatado
Suas bactérias do bem promovem uma digestão melhor e aumentam as defesas do organismo. Seu consumo regular ajuda a baixar o nível do colesterol ruim e a prevenir infecções, principalmente vaginais e respiratórias.

2. Grãos integrais
São fontes de fibras e garantem a sensação de saciedade. Destaque para a aveia que tem uma substância (betaglucano) que ajuda a baixar o colesterol e a controlar a glicemia. Aposte também na cevada e sementes de girassol e linhaça.

3. Todo o sabor da canela
Ajuda o corpo a diminuir os efeitos nocivos dos carboidratos de alto IG, equilibrando o nível de açúcar no sangue. Também reduz o mau colesterol (LDL) e o nível de triglicérides no sangue.


4. Feijão maravilha
É rico em fibras, que aumentam a saciedade. Também ajuda a estabilizar o nível de açúcar no sangue. Ele aumenta a velocidade com que o corpo queima (oxida) a gordura corporal, não compromete o teor de glicose e evita que outros alimentos mais glicêmicos provoquem tais efeitos.

5. Ervas e temperos antioxidantes
Podem ser frescos ou desidratados. Além de darem um sabor especial aos pratos, têm substâncias que combatem os radicais livres. São eles: açafrão, manjericão, canela, cominho, dill, erva-doce, pimenta, gengibre (fresco), hortelã, louro, orégano, páprica e tomilho.

6. Frutas ricas em folhas
Têm índice glicêmico baixo, são ingeridas cruas e, quando possível, com casca. Coma sem culpa ameixa, frutas cítricas, maçã, melão, pêra, pêssego e frutas vermelhas (morango, framboesa e amora). Apenas uma maçã supre de 15 a 25% de nossas necessidades diárias de fibras.

7. Vegetais poderosos
Ricos em fibras, vitaminas, minerais e substâncias antiinflamatórias. Os legumes podem ser consumidos crus ou cozidos em água ou no vapor. Boas opções: abobrinha, aipo, alface romana, alho, pimentão vermelho, broto de feijão, aspargo, abacate, brócolis, cebola, cogumelo, tomate, couve-de-bruxelas, abóbora, couve-flor, berinjela, escarola, espinafre, couve, gengibre fresco e pepino.

8. Proteína magrinha
Nesse item o salmão é campeão (pela presença de ômega-3 e ômega-6). Mas fica liberado ainda peito de frango ou de peru (sem pele), cavalinha, atum, sardinha, truta, tainha, anchova, bacalhau, cação, linguado e pescada branca – alimentos com baixas calorias, menos gordura saturada que a carne vermelha e devem ser consumidos assados, cozidos ou grelhados, nunca fritos.

Um cardápio de 1000 calorias