CAPA-A importância do orgasmo para a saúde

O Brasil, mesmo sendo visto por outros países como um lugar onde tudo está ligado a sexualidade, ainda é um país muito conservador e com vários tabus quando o assunto é sexo.

Dentre esses tabus está o orgasmo e por isso surgem várias dúvidas básicas sobre esse assunto.

Mas o nosso foco hoje, não é falar sobre como chegar ao orgasmo ou onde é o ponto “g”, nesse artigo vamos falar sobre os benéficos a saúde que chegar ao orgasmo traz para a sua saúde corporal e mental. Sim, o orgasmo é um santo remédio!

O que é orgasmo?

O orgasmo é uma sensação de grande prazer e funciona como uma espécie de ponto máximo de prazer que uma pessoa pode sentir durante a relação sexual ou durante o ato de masturbação.


O orgasmo é acompanhada de aumento dos batimentos cardíacos, de contração dos músculos da região do órgão genital, arrepio pelo corpo, entre outros fatores.

O orgasmo pode vir antes ou durante a relação sexual, sendo que para elas é mais fácil chegar ao orgasmo através de estímulos no clitóris.

A sua duração pode ser bem longa (cerca de alguns minutos) ou bem curta e depois do orgasmo, o corpo passa pelo período chamado refratário (em ambos os sexos), que é uma fase de recuperação do corpo, onde há um um relaxamento total do corpo antes que se ele possa começar uma nova atividade sexual.

MIOLO-A importância do orgasmo para a saúde

Homem tem orgasmo?

Sim. O homem também tem orgasmo! No homem ocorre as mesmas sensações que acontecem na mulher, o aumento dos batimentos cardíacos, de contração dos músculos da região do órgão genital, arrepio pelo corpo e é acompanhado pelo período chamado refratário.

A grande diferença, é que no caso dos homens, essa contração muscular causa a emissão do sêmen, também conhecido como ejaculação.

Outra diferença entre o orgasmo de mulheres e homens é que elas podem ter orgasmos múltiplos, ou seja, vários orgasmos seguidos. Já para os homens, isso não acontece e para o corpo está preparado novamente leva de alguns minutos, até horas, ou dias!

Orgasmo faz bem a saúde!

A sensação de prazer intenso provocado pelo orgasmo é uma “isca”, desenvolvida pelo processo de evolução, para atrair determinados seres vivos para o ato sexual e assim garantir a reprodução de suas espécies, inclusive o homem.

Para acontecer o orgasmo, o sistema nervoso ordena a liberação do hormônio adrenalina, que por sua vez tem a função de aumentar o fluxo de sangue e a oxigenação corporal, aumentando a frequência dos batimentos cardíacos e os outros fatores que acompanham o orgasmo.


Nesse momento acontece no cérebro, um crescente número de neurônios secretando substâncias ativadoras para as regiões responsáveis pelas sensações de prazer.

Após o orgasmo, o corpo está no seu esgotamento físico e então outra região cerebral, libera uma descarga de endorfinas, com o intuito de aliviar o corpo e eliminar o risco de pane cerebral.

As endorfinas tem um forte efeito calmante e por isso elas diminuem a sensibilidade à dor, relaxando a musculatura e melhorando o humor, ou seja, chegar ao orgasmo pode aliviar as crises de enxaqueca, dores musculares e melhorar o humor.