Muitas pessoas conseguem emagrecer por conta própria através de uma boa dieta, exercícios para emagrecer, programas de emagrecimento online, etc. mas também existem pessoas que mesmo se esforçando bastante simplesmente não conseguem, para estas é altamente recomendável que ao invés de tentar fazer dietas cada vez mais radicais (que podem prejudicar sua saúde) busquem por ajuda médica.

As pesquisas neste setor são constantes e já existem muitas novidades pouco divulgadas, como por exemplo um exame chamado Bioimpedância, que não é algo tão novo mas que ainda não é amplamente utilizado. É algo simples de ser feito e pode ajudar a determinar com exatidão qual seu peso ideal e também que tipo de dieta é mais indicada para seu caso com base nos dados que serão revelados pelo exame.

Tentar adequar sua dieta com base apenas no seu peso é um erro porque não se sabe ao certo qual sua estrutura óssea, muscular e nem mesmo qual seu real metabolismo basal, que inclusive é um dos principais fatores para poder determinar quantas calorias pode ingerir por dia sem engordar. As tabelas até podem dar uma ideia, mas exatidão apenas fazendo um exame de bioimpedância, como pode ver no vídeo a seguir.

Vídeo com Opinião Médica sobre Hormônios para Emagrecer!

Como viu além do exame de bioimpedância também já existem tratamentos mais modernos com base em hormônios, assim facilitando seu emagrecimento. Mas algo é muito importante ficar claro, na verdade são 2 pontos importantes:


  • Qualquer tipo de tratamento para emagrecer com uso de hormônios deve ser feito apenas com acompanhamento médico.
  • Mesmo fazendo tratamento com acompanhamento médico terá que manter uma dieta equilibrada e praticar algum tipo de atividade física.

Vale lembrar que muito pode ser feito apenas selecionando melhor seus alimentos, são pequenas coisas como evitar carboidratos simples (farinhas brancas), evitar muito açúcar, comer mais alimentos termogênicos, apostar no poder emagrecedor dos chás como por exemplo o chá verde, etc.

Lembre-se sempre de que quanto mais equilibrada for sua alimentação menores terão que ser as intervenções médicas com hormônios ou até mesmo com cirurgias em casos mais extremos. A obesidade é um problema e cedo ou tarde terá de lidar com isso, portanto o mais simples e saudável é o fazer agora, certamente será muito mais fácil.