Atualmente os chás em geral vem ganhando espaço no dia a dia de todos e o mais aceito pelo paladar brasileiro, o chá mate, a erva mate, está dando um passo importante no setor da beleza, afinal descobriu-se que ele pode ajudar a combater a celulite, mais um aliado nessa batalha que parece não ter fim.
Os chás de origem oriental, chá verde e branco, já estão famosos por suas propriedades benéficas, eles ajudam a acelerar o metabolismo, ajudam a ter uma saúde mais equilibrada e ainda ajuda a rejuvenescer. Eles são, por muitos, considerados amargos demais para se estar a todo momento do dia. Mas a opção do chá mate vem para mudar isso.

Erva Mate

De acordo com pesquisadores, a erva mate é rica em cafeína, que estimula a corrente sanguínea combatendo gordura localizada, diminuindo o colesterol e amenizando a celulite. E em polifenóis, que são anti oxidantes, combatem os radicais livres e previnem o envelhecimento precoce.

Use à vontade

O consumo diário de ao menos 2 ou 3 xícaras do chá mate pode ajudar a eliminar a celulite dando uma aparência bem melhor à pele. O consumo está liberado e a gosto de cada um, no sul do país, esse consumo é ainda maior, pela própria tradição. O tererê, o chimarrão, o chá mate com frutas ou limão, quente ou frio, fica bem a gosto de cada um.

Além disso pode-se ser feito bandagens do chá morno, basta fazer o chá sem açúcar, umedecer toalhas pequenas, e aplicar ainda morno no corpo. Trocando assim que sentir que esfriou. Faça as bandagens por 50 minutos, quando dias da semana quiser. Pode-se até fazer uma mistura do chá mate com o chá verde.

Não criem expectativas exorbitantes, ser realista é essencial, pois tudo exige persistência e mudanças de hábitos para sempre. Exercícios, alimentação moderada e de baixas calorias, os chás e cuidados com o corpo vão com certeza, fazer todo bom resultado acontecer.

Detalhe importante
Por ser rico em cafeína, pessoas com problemas com cafeína não consumir em excesso. Além disso as famosas restrições a grávidas ou amamentando, crianças, pessoas com pressão alta e diabetes, o melhor é sempre conversar com o médico antes de consumir.

Reportagem completa no Jornal Hoje