metabolismo lento
À medida que envelhecemos, nosso metabolismo torna-se mais lento e o emagrecimento por sua vez, torna-se um desafio, mais difícil de ser alcançado. É uma verdade dura, mas de fato o envelhecimento causa um grande impacto no nosso metabolismo, que além de dificultar a perda dos quilinhos a mais na balança, ainda contribui para um maior ganho de peso corporal.

Portanto não é novidade dizer que à medida que os anos passam, a necessidade de seguir um estilo de vida saudável (dieta e atividade física) aumenta, pois somente desta maneira conseguiremos manter o peso corporal saudável e evitar o ganho de peso que normalmente ocorre especialmente após os 40 anos de idade.

Além da queda do metabolismo, muitas outras mudanças ocorrem no nosso corpo a partir dessa idade, como o desequilíbrio hormonal, a perda da densidade óssea e da massa muscular. E por estes motivos, a musculação torna-se uma prática importante para mulheres de todas as idades, principalmente após os 40 anos.

Portanto, se a sua intenção é manter-se sempre jovem, com um peso saudável e um corpo esbelto, firme e sem flacidez, você deve se conscientizar de que a atividade física e exercícios regulares desempenham um papel fundamental para o metabolismo, para os músculos e ossos durante o processo de envelhecimento.


Quanto menos ativo você for, maior a perda da massa muscular e maior será os riscos de inúmeras doenças, entre elas a diabetes, aterosclerose, doenças do coração, doenças ósseas como osteoporose, obesidade, entre outras.

Os cuidados com a alimentação também devem ser redobrados, pois nosso metabolismo não é mais o mesmo de 20 anos atrás. Em outras palavras, não devemos fazer as mesmas extravagâncias que costumávamos fazer antigamente, pois as consequências serão mais desastrosas nessa nova fase da vida.

Claro que a genética também tem um papel importante no que diz respeito ao ganho de peso. Há quem chegue aos 40 anos com o mesmo metabolismo que tinha aos 20 anos. Podemos dizer que estas pessoas são abençoadas pela boa genética, mas infelizmente a maioria das pessoas não tem a mesma sorte.

Nesses casos, a única maneira é investir em uma dieta saudável e praticar atividade física regularmente, pois quanto menor for o seu percentual de gordura corporal, maior será o percentual da massa muscular. Com isso, o metabolismo ficará mais acelerado e a manutenção do peso será mais fácil.

Somente desta forma, poderemos minimizar os efeitos do envelhecimento sobre o metabolismo e evitar o ganho de peso e a flacidez. Invista sempre em uma alimentação nutricionalmente equilibrada, incluindo frutas, legumes, vegetais, carboidratos complexos, proteínas magras e gorduras boas.

Em relação à atividade física, o ideal é intercalar atividade aeróbica e musculação, praticando-as sempre em dias alternados. A combinação dessas duas atividades ajudará a manter o metabolismo a mil, facilitando a queima de gordura, ao mesmo tempo que ajudará a aumentar a massa muscular e a densidade óssea.