CAPA-Como saber se estou com dengue

Em maio de 2015, as estastísticas no Brasil era de que a cada 12 segundos era registrado um novo caso de dengue e já havia sido notificados 745 mil casos da doença.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, devido aos altos números de casos já é considerado uma epidemia de dengue no Brasil, onde houve um aumento de 234% em relação ao mesmo período do ano passado.

A região sudeste é região a que registrou mais casos de dengue, sendo 573,3 casos notificados a cada 100 mil habitantes, seguida pela região centro-oeste, onde foram notificados 560,7 a cada 100 mil habitantes.

Em terceiro lugar vem a região nordeste, com mais de 173,7 casos registrados de dengue a cada 100 mil habitantes, seguida da região sul, com 159,8 casos registrados de dengue a cada 100 mil habitantes e por último a região norte, com 156,6 casos registrados de dengue a cada 100 mil habitantes. E essa situação só piorou de maio até hoje.


Sabendo que estamos enfrentando essa epidemia, então como saber se estou com dengue e quais os principais sintomas? No artigo de hoje, respondemos a essas suas dúvidas e muito mais informações sobre a dengue.

O que é dengue?

A dengue é uma doença causada por um vírus, que é transmitido para uma pessoa, quando esta é picada por uma fêmea do mosquito Aedes aegypti contaminada pelo vírus.

Esse vetor de transmissão, o mosquito Aedes aegypti, tem como ambiente propício para sua reprodução, locais com água parada e limpa e para evitar a sua reprodução deve-se está sempre atento às condições de limpeza dos ambientes ao seu redor.

Como saber se estou com dengue?

MIOLO-Como saber se estou com dengue

A dengue apresenta, em suma, duas variações relacionadas ao seu nível de gravidade e por isso tem alguns sintomas diferentes para cada caso.

Na dengue clássica, forma mais branda da doença, os principais sintomas são febre alta com início súbito, forte dor de cabeça, dor atrás dos olhos, perda do paladar e apetite, manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, náuseas e vômitos, tonturas, extremo cansaço, moleza e dor no corpo e muitas dores nos ossos e articulações.

Já no caso da dengue hemorrágica, forma mais grave da doença, os sintomas são basicamente os mesmos da forma comum, diferenciando nos sintomas que ocorrem quando acaba a febre, como: dores abdominais fortes e contínuas, vômitos persistentes, pele pálida, fria e úmida, sangramento pelo nariz, boca e gengivas, manchas vermelhas na pele e sede excessiva e boca seca. Nesse caso é essencial procurar rapidamente um médico infectologista.

Tratamento

O tratamento que indicado-se para dengue, baseia-se no uso de remédios como analgésicos e antitérmicos como o paracetamol ou dipirona, pois o uso deles tem o objetivo de controlar a febre e diminuir as dores por todo o corpo. Já no caso da dengue hemorrágica, deve-se procurar tratamento médico imediatamente.