Você sabia que mantendo um estilo de vida saudável e bons hábitos alimentares você pode reduzir drasticamente os riscos de doenças cardíacas, derrames e aterosclerose? Bons hábitos e uma boa alimentação ajuda a riscos de entupimento ou de estreitamento das artérias, mantendo-as saudáveis e com um fluxo sanguíneo ideal.

Portanto, devemos prestar atenção ao que comemos e fazer algumas modificações no estilo de vida, que além de prevenir todos esses problemas ainda ajuda a revertê-los. Um dos maiores culpados pelo entupimento das artérias e de todas as doenças ligadas a elas, é o acúmulo de placas de colesterol.

Essas placas crescem lentamente aos longos dos anos e vão criando blocos dentro da corrente sanguínea. algo ainda pior pode acontecer: Uma placa de colesterol pode se romper de repente e formar um coágulo de sangue e que pode provocar um ataque cardíaco ou derrame, doenças que mais causam mortes no mundo todo.

Como já diz o velho ditado: Melhor prevenir do que remediar. Portanto, fique de olho nas nossas dicas para reduzir o colesterol ruim e prevenir o entupimento das artérias, que causam tantas doenças que trazem riscos para a saúde.


Alimente bem seu coração

Adotar uma dieta saudável é uma maneira poderosa de reduzir ou mesmo eliminar alguns fatores de risco. Uma alimentação saudável pode ajudar a reduzir o colesterol total e o LDL (o colesterol “ruim”), pressão arterial, manter os níveis de açúcar do sangue mais baixa, e reduzir o peso corporal.

Grande parte das dietas que vemos por aí, salientam apenas o que você NÃO pode comer (que geralmente são suas comidas preferidas), e não frisam os alimentos essenciais para uma boa saúde do coração e dos outros órgãos vitais. Mais do que simplesmente cortar certos alimentos, devemos adicionar outros tantos de suma importância.

Principais dicas para reduzir o colesterol

Fibras: Comer mais legumes, frutas e grãos integrais. As fibras contidas nesses alimentos podem fazer maravilhas para a sua saúde e especialmente para o coração.

Gordura: Aprenda a escolher sabiamente a qualidade e a quantidade da gordura que ingere diariamente. Reduza drasticamente o consumo de gordura saturada e gordura trans (encontradas a manteiga, molho de salada, doces e sobremesas). Aumente o consumo de gordura monoinsaturada (abacate e óleo de amendoim) e polinsaturadas (encontradas nos peixes oleosos e azeite). Um consumo maior de ácido graxos, ajudam a reduzir o risco de doenças cardíacas.

Proteína: O consumo de proteína (carne e laticínios) deve ser moderado e equilibrado, já que ele também fornece colesterol ruim. Ingira proteína de qualidade sem se exceder na quantidade. Substitua de vez em quando a carne vermelha por peixes e derivados da soja, que além de fornecer boas doses de proteína, também ajudam a reduzir o colesterol.

Limite o consumo de gordura: Reduzindo a quantidade de alimentos com colesterol ruim, você estará ajudando a reduzir os níveis de colesterol ruim no sangue. Os principais alimentos com colesterol ruim são: Bacon, sorvetes cremosos, gema de ovo, chantilly, carne vermelha gordurosa, ovas de peixes, queijos gordurosos, biscoitos amanteigados, lagosta e camarão, doces cremosos, creme de leite, peles de aves, vísceras.

Substitua por esses alimentos: Aipo, Mamão, Amora, Damasco, Couve-de-bruxelas, Bagaço da laranja, Feijão, Quiabo, Cevada, Ameixa preta, Couve-flor, Pera, Cenoura, Mandioca, Azeite de oliva, Ervilha.

Reduza a ingestão de carboidratos simples:  como alimentos feitos de farinha refinada, refrigerantes, açúcar, doces. Substitua pelos complexos e integrais como macarrão integral, arroz integral ou selvagem, pães integrais, aveia e farelo de aveia, farelo de trigo e cereais integrais.


Não pule refeições: Não fique muito tempo em jejum e nem pule refeições, pois isso acaba levando a comer demais na próxima refeição. Comer em pequenas quantidades, 5 a 6 vezes por dia, ajudar a ter a fome sob controle, evitando excessos, além e controlar os açúcares do sangue e regular o metabolismo.

Modere no sal: O sal em excesso na alimentação, aumenta os riscos de hipertensão e problemas cardiovasculares.

Mantenha-se hidratado: Como sabemos, a água é vital para a vida de cada célula que temos no organismo. Beber entre 1 a 2 litros de água por dia é essencial para que seus órgãos trabalhem com perfeição, portanto hidrata-se!

Coma com prazer: Lembre-se que uma boa alimentação não significa privação. Fazendo escolhas saudáveis e aprender a desfrutar cada garfada, é essencial para aprendermos a ser moderados. Coma lentamente e mastigue bem os alimentos. Além de ganharmos mais percepção dos sabores dos alimentos, essa técnica também ajuda a evitar que se coma o desnecessário.

Exercícios regulares: Como não podíamos deixar de mencionar, a boa e velha atividade física faz milagres com nosso coração e com a saúde em geral. Além de ajudar a fortalecer o músculo cardíaco, ainda melhora o fluxo sanguíneo, reduz a pressão arterial, aumenta o “bom colesterol”, controla os níveis de açúcares no sangue e ainda nos ajuda a manter o peso estável.