figura-1-criolipolise-o-fim-da-papada-e-da-gordura-localizadaConfira mais sobre o tratamento que está sendo chamado de “a nova lipoaspiração”! Sabe aquele gordurinha que teima em não sair, o nosso artigo de hoje vai te contar a mais nova forma para elimina-la, chamada de criolipólise.

A criolipólise é uma técnica que usa baixas temperaturas para combater a gordura localizada e segundo dermatologistas, já é possível ver resultados em uma ou duas sessões.

De acordo com os fabricantes, em uma única sessão, já acontece um redução de 20% a 25% da gordura localizada na região tratada. Mas claro, os resultados variam de pessoa para pessoa.

Criada por pesquisadores da Universidade de Harvard – Estados Unidos – a criolipólise, consiste basicamente, em colocar um aparelho na superfície da pele e com a ajuda de aplicadores que acoplam-se perfeitamente às diferentes áreas do corpo, chamado de ponteira, fazer com que as células de gordura sejam congeladas em temperaturas negativas que chegam a menos de 10ºC e assim, sejam destruídas.


Criolipólise não é um tratamento indicado para tratar sobrepeso ou obesidade, o seu objetivo é acabar com a gordura localizada!

De acordo com o fabricante, o procedimento é capaz de eliminar até aquela gordurinha que parece ser incapaz de ser combatida com dieta e exercícios físicos.

Isso se deve a especificidade de cada técnica da criolipólise, visto que cada técnica é específica para um tipo de gordura localizada e cada aparelho de criolipólise (ponteiras) se adapta a uma área do corpo. Existem ponteiras para a região da barriga que são grandes, já para a região das costas e dos pneuzinhos laterais são usadas ponteiras menores.

A mais nova técnica de criolipólise é específica para a região da “papada”, aquela gordurinha abaixo do pescoço que incomoda bastante e não há exercício que resolva.

Nessa nova técnica a ponteira é menor e a temperatura é maior em relação a técnica aplicada em outros locais. A temperatura chega a cerca de 11ºC e é necessário duas sessões para obter o resultado completo.

figura-2-criolipolise-o-fim-da-papada-e-da-gordura-localizada

Como ocorre a eliminação da gordura?

Quando as células de gordura (chamadas de adipócitos) entram em contato com baixas temperaturas, elas acabam por se romperem totalmente, já que as células animais não tem estruturas para impedir essa lise da célula e dessa forma, acabam morrendo.

Uma vez mortas, essas células de gordura são fagocitadas (captadas) por outras células do corpo que as levaram ao fígado, onde serão metabolizadas e o organismo e as expele naturalmente através da urina e das fezes.

Mas será que o fígado não fica sobrecarregado? Não. Pois as células do sistema linfático levam apenas uma pequena quantidade diária de gordura para ser metabolizada no fígado para não sobrecarga-lo nesse processo e também por isso que a eliminação da gordura queimada ocorre ao longo dos dias.


A criolipólise não prejudica as outras células do local tratado?

Não, devido a uma especificidade das células de gordura! O resfriamento controlado da criolipólise age rompendo apenas as células adiposas, pois estas são mais sensíveis ao frio do que as outras células, além de não causar dano a nervos, músculos e outras estruturas do local da aplicação.

A criolipólise é contraindicada para pessoas com hérnias no local da aplicação, sensibilidade ao frio, gestantes, infecções na pele e para quem teve cirurgia recentemente.