Texto escrito por:
Márcia A. Teixeira, nutricionista
É o efeito de repetidas perdas e ganhos de peso como resultado das dietas para emagrecer, podendo ou não causar alguns riscos para a saúde. Para evitar os mesmos o ideal é ter hábitos de alimentação saudável e atividade física regular para manter um peso saudável por toda a vida. Evitando as dietas consideras radicais que poderá levar a pessoa ao efeito sanfona.

Entenda o que acontece com seu corpo

Quando o organismo fica um intervalo de tempo grande sem receber alimentação adequada, o mesmo entende que esta em situação de estocagem, ou seja, quando o individuo voltar a se alimentar corretamente o organismo tentara de todas as maneiras estocar e guardar o máximo possível de nutrientes, ocasionando assim o ganho de peso que o mesmo havia perdido com a dieta que tinha feito, acontecendo assim o “Efeito Sanfona”.

Um individuo que perde e ganha peso varias vezes repetidas, não terá dificuldade ao tentar alcançar e manter um peso saudável, diferente daqueles que estão tentando emagrecer pela primeira vez. Estudos científicos comprovam que o efeito sanfona não afeta a taxa metabólica da pessoa, que é o mecanismo no qual o corpo queima comida para obter energia. Este metabolismo diminui à medida que a pessoa envelhece. Independentemente da idade, praticar atividades físicas regularmente e ter hábitos alimentares saudáveis, na sua vida, poderá ajudá-lo a emagrecer e melhorar a sua saúde no geral.

Riscos à saúde

Este efeito sanfona pode infelizmente aumentar o risco para alguns problemas de saúde como pressão alta, colesterol elevado e enfermidade na vesícula biliar. Além de efeitos psicológicos negativos que deixa o individuo desencorajado ou deprimido com o retorno do ganho de peso. Mas ainda não se sabe com certeza, ou seja, não está comprovado cientificamente se o mesmo causa problemas de saúde mais graves.
Assim como as enfermidades causadas pela obesidade, que por outro lado, são bem conhecidas, como:
*Pressão sangüínea alta / Pressão alta;
*Problemas cardiovasculares;
*Diabetes tipo 2;
*Alguns tipos de câncer;
*Artrite;
*Problemas relacionados à vesícula biliar.


Não são todos os indivíduos que estão acima do peso ou obesos que podem demonstrar ter o mesmo risco para estas doenças. Seja homem ou mulher, a quantidade e localização da gordura juntamente com o histórico familiar alimentar mostram um papel que possa determinar o risco de diferentes enfermidades.

Pessoas que não estão acima do peso ou com problemas de saúde relacionados ao sobrepeso e nem obeso, manter o peso, e concentre-se em adotar hábitos alimentares saudáveis e de atividade física, são a melhor opção para assim promover a sua saúde em todas as fases de sua vida e controlar o seu peso com dietas corretas e saudáveis, e eliminando assim de uma vez por todas o Efeito sanfona.

Texto escrito por:
Márcia A. Teixeira, nutricionista, especialista em Unidade de Alimentação e Nutrição pelo Centro Universitário do Triângulo, CRN 10642.