CAPA-Entenda como a deficiencia de dopamina pode causar até psicopatia

No nosso corpo, as várias substância produzidas a todo momento, atuam diretamente no nosso psicológico e comandam sensações como tristeza, alegria, nervosismo, entre outras. Uma das principais substância é a dopamina.

A dopamina é uma substância química produzida e liberada pelo cérebro e está associada aos sentimentos de prazer e recompensa no organismo do indivíduo, além disso ela também atua nas situações em que se precisa usar a memória, coordenação de movimentos e a atenção.

A função mais conhecida da dopamina é a sua atuação nas sensação de prazer, apego e amor e é sobre esse foco que vamos falar no artigo de hoje.

Alguns dos sinais de que os seus níveis de dopamina estão deficientes são:


  • A pessoa não apresenta sensação de bem-estar, de felicidade, não sente prazer com nenhuma atividade ou não consegue sentir apego aos seus familiares e amigos.
  • A pessoa pode sentir muita dificuldade ou não ser capaz de resolver problemas.
  • Administrar sentimentos e responder de forma adequada e eles, pode ser uma grande dificuldades de quem está com níveis de dopamina deficientes.
  • Sentir-se distraído com muita facilidade também pode ser um sintoma de quem está com níveis de dopamina deficientes.
  • Apresentar falta de remorso sobre os comportamentos imorais é um dos sintoma de quem está com níveis de dopamina deficientes, indicando até mesmo que há um processo de psicopatia.

Níveis de dopamina anormais causam doenças

A doença de Parkinson e a dependência de drogas são algumas das situações mais comuns, onde  os níveis de dopamina anormais tem efeito direto.

No caso dos viciados em drogas ou mesmo em viciados em fármacos lícitos (medicamentos autorizados), quando as pessoas fazem o uso desses elementos ocorre um aumento nos níveis de dopamina presente no organismo.

Esse aumento provoca no usuários mudanças significativas de humor e dão uma falsa sensação de bem-estar, enquanto a droga está no organismo, mas o uso deles deixa o desequilíbrio de dopamina ainda  pior quando a droga é eliminada da circulação sanguínea.

MIOLO-Entenda como a deficiencia de dopamina pode causar até psicopatia

Os psicopatas e serial killers são dependentes da dopamina

Pesquisas indicam que os serial killers matam outras pessoas por causa da sua dependência em dopamina! Isso acontece por que a dopamina é um dos neurotransmissor que ativa os centros de recompensa em nossos cérebros.

De acordo com Joshua Buckholtz da Universidade de Vanderbilt, em Nashville, o cérebro de um psicopata ou serial killer, além de produzir mais dopamina, também “supervaloriza” o neurotransmissor.

Isso significa que enquanto as pessoas “normais”, aumentam a sua taxa de dopamina quando se apaixonam ou comem chocolate, para os serial killer a busca pela dopamina se dá matando pessoas em prol da obtenção de seu próprio caminho e produzindo mais dopamina.