Além das mudanças físicas, que antecedem a menopausa, ainda tem as psicológicas, afinal, marca o começo da infertilidade e o fim da vida reprodutiva, e o começo de um novo ciclo na vida da mulher. Não é nada fácil, mas aprenda a lidar com eles.
Quando se entende um pouco mais sobre a menopausa e tudo que a envolve, podemos tomar as rédeas da situação e assim, desde já, podemos nos preparar psicologicamente e fisicamente para essa etapa, que cedo ou tarde irá adentrar em nossa vida.

Conheça um pouco melhor os principais sintomas:

Fogachos: Mais de 80% das mulheres experimentam as ondas de calor. E segundo relatam, as sensações não são nada boas. Pode começar com uma pequena onda que se espalha por todo corpo ou ainda sensações abruptas, como se o corpo estivesse incendiando.

Suores noturnos : As sensações são parecidas aos fogachos, porém são ondas de frio ferozes, que podem inevitavelmente acabar com nossa noite e resultar em insônias graves.

Fadiga : Muito comum na menopausa. A mulher é acometida por enorme cansaço e em alguns casos, dores em todo o corpo.


Perda e crescimento de pelos no corpo : É comum a ocorrência de queda de cabelo, assim como pêlos no corpo, como os pubianos por exemplo. Em contra partida, alguns fios de pêlos no rosto podem crescer e engrossar mais que os restantes, devido ao desequilíbrio hormonal.

Confusão mental e perda da memória : Também pode ser considerado um sintoma da menopausa. Ocorre pequenos esquecimentos e perda significativa de concentração.

Secura vaginal : Nos períodos que antecedem a menopausa, a mulher tende a perder sua lubrificação natural e isso proporciona dor durante o ato sexual. Como agravante, o desejo sexual é reduzido. Ocorre também a perda da elasticidade vaginal e aumento de infecções e incontinência no trato urinário.

Instabilidade emocional : Nessa fase pode ocorrer vários sintomas de ordem emocional e psicológico, tais como, alterações no humor, ansiedade, depressão, irritabilidade.

Ganho de peso : No período que antecede a menopausa, a mulher fica mais propensa a ganhar peso e acumular gordura no corpo, especialmente se não tiver uma alimentação balanceada e se for sedentária. Nessa fase, nosso gasto enérgico é menor e com isso facilita o ganho de peso.

Como aliviar os sintomas?

Nos últimos tempos, as mulheres vêm sofrendo cada vez mais com os sintomas. Tudo isso devido a uma vida estressante, uma alimentação desequilibrada e uma vida sedentária. Tudo isso influi para que o declínio nos níveis de hormônios ocorra cada vez mais cedo e mais intenso.

Independentemente da idade, os hormônios trabalham todos juntos como uma sinfonia e se uma parte da orquestra não está tocando corretamente, a melodia desafina, ou seja, mesmo que apenas um hormônio entre em desequilíbrio, ele acabará afetando todos os outros e pode resultar nos terríveis sintomas que antecedem a menopausa.

Para que não aconteça esse desequilíbrio e assim evitar ou aliviar os sintomas, você pode fazer fazer sua parte. A melhor maneira é adquirindo um estilo de vida saudável, longe de vícios e uma alimentação balanceada com nutrientes importantes para os ossos, pois na menopausa há um grande risco de osteoporose.


Temos também que ter uma vida ativa e se exercitar o quanto pudermos. Atividade física estimula a produção de diversos hormônios, inclusive o estrogênio. Além disso, com a idade, nosso metabolismo desacelera, perdemos massa magra e acumulamos gordura.

A atividade física e uma alimentação saudável, em qualquer idade, fortalece o corpo e o deixa mais preparado para enfrentar todos os sintomas que ocorrem no período da menopausa. E nesse combate, quem sai ganhando é você!