Você conhece bem os tipos de gorduras que consome? Sabe quais são as boas e as ruins? Se a resposta é não, então, descubra nesse artigo, como diferenciar e aprenda que nem todas as gorduras são ruins. Algumas possuem nutrientes importantíssimos para o corpo, embora, outras sejam totalmente dispensáveis.

A grosso modo podemos chamar as gorduras em geral, de gorduras boas e gorduras más. No clã das gorduras boas, estão as gorduras insaturadas. Essas gorduras são benéficas para o organismo pois ajudam no funcionamento geral, na fabricação de novas células e ainda ajudam a reduzir problemas relacionados às artérias e o coração.

Já as gorduras ruins: Saturadas e Trans, ocorre o inverso. Além de não trazerem nenhum benefício, ainda trazem prejuízos para a nossa saúde como o aumento dos riscos de problemas relacionados às artérias e o coração, aumento do colesterol ruim, além de ajudar a elevar o peso corporal.

Muitas pesquisas nos mostram, que o alto consumo das gorduras más na vida atual, tem relação ao número crescente de mortes por infartos, derrames, aterosclerose, obesidade e até câncer. Veja abaixo, quais as gorduras boas e más e quais seus benefícios ou riscos para a saúde.


Gorduras boas (Insaturadas)

Monoinsaturadas: É encontrada em óleos como azeite de oliva, sementes oleaginosas como amendoim, castanhas, óleo de palma, óleo de canola e abacate.
Seu consumo regular reduzem os riscos de problemas cardiovasculares e colesterol alto e os óleos monoinsaturados podem ser usados nos cozimentos e preparo dos alimentos, pois mesmo sendo aquecido não perde suas propriedades.

Polinsaturadas: Essa gordura é considerada ainda mais benéfica, pois são ricos em ácidos graxos ômega 3 e 6 encontrados em óleos vegetais, sementes e nozes e peixes como salmão, sardinha, atum e frutos do mar.
O consumo regular de alimentos com ômega 6 ajudam a reduzir o LDL e o colesterol total, mas deve-se evitar o consumo exagerado, pois pode afetar também o bom colesterol. O consumo ideal é no máximo 10% do total de calorias que ingerir.

Assista a reportagem, pois vale a pena

Gorduras Ruins (Saturadas e trans)

Gorduras saturadas: É encontrada na manteiga, laticínios, carnes vermelhas gordas, ovos, em alguns frutos do mar e no óleo de coco.
Embora essa gordura seja considerada má, ela ajuda na digestão de outros alimentos, porém sua ingestão deve ser limitada pois em excesso, acarreta vários problemas como aumento do colesterol ruim e total. Ingira no máximo até 10% do total de calorias diário.

Gordura Trans: Essa é com certeza a mais nociva das gorduras. É uma gordura sintética feita por hidrogenação, produzida pelo homem e está presente em uma infinidade de produtos industrializados que enchem as prateleiras dos supermercados como biscoitos, salgadinhos, congelados, pipoca pronta de microondas, enlatados, enfim, qualquer alimento industrializado PODE conter gordura trans hidrogenada.
Esse tipo de gordura é muito nociva para a saúde. E o pior, é silenciosa e se esconde atrás de comidas gostosas e embalagens bonitas. Não se engane, esses alimentos fazem muito mal à saúde e o ideal é evitá-las o máximo que puder.

Veja alguns alimentos que possuem gorduras trans

Olhando os rótulos das embalagens

A única maneira de descobrir se o alimento tem gordura trans na composição é olhando atentamente para a embalagem. Mesmo os que estiverem escritos PARCIALMENTE HIDROGENADOS são prejudiciais.
E muito cuidado! apesar de alguns apresentarem no rótulo com letras garrafais: “Esse produto tem 0% de gordura trans” ou “livre de gordura trans”, nem sempre isso é verdade.

Muitas empresas “enganam” o consumidor com esse tipo de propaganda, mas na verdade, se olhar com atenção o rótulo verá que o produto possui gordura vegetal hidrogenada, que no final é a mesma coisa. Portanto fique de olho e não se deixe enganar, por mais tentador seja o alimento. Veja um exemplo abaixo:

Escolhas certas

O número crescente de doenças que andam aparecendo nos últimos tempos se dá pela alimentação da população nos dias atuais, ricos em gordura saturada e trans. As pessoas, muitas vezes não se dão conta, mas por trás daquela embalagem bonita, está um veneno invisível e que pode até matar, que são as gorduras trans.

Portanto, comece a fazer as escolhas certas e procure optar sempre por alimentos saudáveis. Nem sempre podemos fugir totalmente das gorduras hidrogenadas, afinal elas estão por toda parte, mas se conseguir, limite seu consumo para apenas 2 gramas diários.


Procure prestar mais atenção aos rótulos e procure as opções mais saudáveis para você e sua família. Essa é a melhor maneira de se esquivar desse fantasma. Se estivermos conscientes dos riscos que ela traz para a saúde, com certeza iremos prestar mais atenção e reduzir seu consumo.