CAPA-O que é dispneia

A dispneia, falta de ar repentina e severa, é uma das razões mais comuns de atendimentos em departamentos de acidentes e das emergências dos hospitais.

Ela tem como principais acometidos as pessoas que sofrem de asma. Isso porque, muitos asmáticos apresentam uma má percepção da obstrução de suas vias aéreas, ou seja, não percebem o qual grave está a sua dispneia.

De acordo com o jornal brasileiro de pneumologia, em uma investigação feita no estado da Bahia, constatou-se que 51% dos pacientes que sofrem de asma moderada e grave apresentaram baixo grau de percepção da dispneia, falta de ar repentina e severa.

O fato do paciente não ter um reconhecimento inadequado do nível da obstrução da sua via aérea é o fator de risco principal para a mortalidade por asma.


A dispneia, ou falta de ar, é um sintoma no qual a pessoa apresenta dificuldades em respirar ou apenas um desconforto na respiração.

Ela é um sintoma comum de várias desordens médicas e pode acontecer em duas ocasiões, após o exercício ou o esforço ou de forma repentina e inesperada.

A dispneia pode ser normal após a prática de um exercício ou de um  esforço, nesse caso não sendo perigosa nem levando a morte. E pode vir de repente e de forma inesperada, sendo nesse caso, um sinal de aviso de um problema médico subjacente, com provável localização no coração ou nos pulmões e podendo levar a morte.

MIOLO-O que é dispneia

O que causa a dispneia, ou falta de ar?

Ela é um sintoma comum de várias desordens médicas, tendo como principais causas:

Desordens do Pulmão

Essas desordens são caracterizadas por deixar as vias aéreas severamente reduzidas e essa obstrução causa a dificuldade de oxigenação adequado aos pulmões.

Também pode haver a presença adicional de chiar ou respiração e tosse ruidosas.

Exemplos dessas desordens dos pulmões são:

  • enfisema,
  • bronquite crônica ou aguda,
  • doença pulmonar obstrutiva crônica,
  • obstrução das vias aéreas superiores (podendo ser causado por algum corpo estranho que está colado nas vias aéreas ou nas tubulações superiores do vento e está bloqueando a respiração),
  • colapso do pulmão, devido a rasgo ou ferimento do pulmão, entre outros.

Desordens de Coração

Os pacientes cardíacos podem manifestar um ataque do coração, seguido de uma dispneia. Isso porque, a parada cardíaca é a falha do coração em bombear o sangue para os órgãos, inclusive os pulmões, induzindo ao acúmulo da água dentro dos pulmões e surgimento da dispneia.


Outras causas

  • Ataques de Pânico
  • Ketoacidosis do Diabético
  • Obesidade
  • Anemias de graus severos

Alternativa natural para aliviar os sintomas da dispneia

Uma alternativa natural para aliviar os sintomas da dispneia, ou falta de ar é usar o gengibre. Pegue 20g de raiz de gengibre e o coloque em uma panela.

Em seguida adicione 1 litro de água fervente e deixe descansar por 20 minutos. Tome três xícaras (chá) ao dia e assim diminuirá suas chances de ter uma dispneia.