CAPA-Principais fatores que afetam o emagrecimentoO verão está chegando, e com ele muitas preocupações para quem não quer mostrar aquelas gordurinhas corporais que estão sobrando.

Mas antes de começar a fazer todos os exercícios físicos possíveis tentando emagrecer mais rápido, saiba que há outros fatores que afetam o emagrecimento.

Acompanhe uma lista com os três principais fatores que afetam o emagrecimento e aos quais não é dada a devida importância.

1º – Uso de calçado errado durante as atividades físicas pode causar doenças sérias!

Um dos principais fatores que afetam o emagrecimento e que, a imensa maioria das pessoas, não dá a devida atenção é o uso do calçado errado durante as atividades físicas, afetando desde o aproveitamento máximo do exercício e podendo causar até doenças sérias.


Segundo especialistas, o uso do calçado errado pode resultar em dores, ferimentos no pé e lesões graves no joelho. Nos consultórios médicos é comum os relatos de distensões musculares e articulares como os estiramentos e as entorses e, em especial, as lesões nos joelhos.

MIOLO-Principais fatores que afetam o emagrecimento

2º – Estresse em excesso

O estresse é formado por conjuntos de sentimentos como aflição e angústia, que tem relação com algum contexto de perigo enfrentado pelo indivíduo e servem para estimular ele a entrar em ação contra essa situação adversa em que se encontra.

Mas, o estresse deve ser entendido como fenômenos que ora nos traz benefícios ora nos prejudica, dependendo das circunstâncias ou da intensidade em que eles aparecem, e quando em excesso, tem efeito contrário, impedindo reações e tornar-se algo patológico e prejudicial ao funcionamento mental e corporal da pessoa.

Ele é um dos fatores que afetam o emagrecimento, pois durante o estresse há liberação de hormônios que inibem a perda de gordura, além da maioria das pessoas comerem mais quando estão ansiosas.

Uma boa alternativa para “driblar” a ansiedade é a terapia floral. Esta é uma terapia alternativa que usa o poder das essências florais para restabelecer o equilíbrio emocional e psicológico do paciente.

Esse reequilíbrio do organismo, permite a prevenção e o tratamento de algumas doenças, em especial, as de cunho psicológico como depressão e ansiedade.

3º – Uso de pílula anticoncepcional por muito tempo

Surgindo na década de 60, a pílula anticoncepcional representou um grande ganho de liberdade para as mulheres e foi uma vitória para os grupos feministas que estavam presentes em todo o mundo durante essa década.

Este é um dos medicamentos mais analisados pela comunidade científica e apesar dos seus efeitos positivos, também existe um lado negativo no seu uso, normalmente desconhecido por boa parte das usuárias.


Não é verdade que o anticoncepcional engorda, mas de fato ele deixa a mulher com uma aparência de inchaço. O que ocorre é uma maior retenção de líquido, que depende da dosagem hormonal utilizada, e que em altas dosagens leva a um inchaço corporal e por isso é considerado uma dos fatores que afetam o emagrecimento.