Este é o primeiro de uma série de artigos escritos por Silvia Kawanami, grande amiga do blog De bem com a vida.

A dieta de Sonoma foi criado pela nutricionista californiana Connie Guttersen. Connie, que também presta consultorias para grandes empresas alimentícias como Nestlé, Kraft e Sodexho, ficou famosa com seu livro “A dieta de Sonoma”, o qual ela ensina um método de emagrecimento saudável, gradual e permanente.

Essa dieta é inspirada na dieta mediterrânea, com base em consumo de alimentos saudáveis, como legumes, frutas, carnes magras e até vinho, dependendo do nível que você esteja. O nome da dieta escolhida por Guttersen, vem de Sonoma, uma famosa região vinícola da Califórnia.

Princípios da Dieta de Sonoma

Connie promete que essa dieta fará você perder os quilos indesejáveis permanentemente, sem prejudicar a saúde e sem recuperar o peso perdido, pois promove uma verdadeira reeducação alimentar. Sem “grandes” restrições ou proibições, a Dieta de Sonoma proporciona novos hábitos e um estilo de vida mais saudável para ser seguida a vida inteira.


A dieta de Sonoma consiste em 3 fases ou ondas. A primeira onda dura 10 dias e você poderá perder até 5 kg. Essa fase é considerada mais difícil por causa da restrição de alimentos.

Na segunda onda, alguns alimentos são incorporados e você continua a perder peso, porém mais lentamente. Sua duração vai até chegar ao seu peso ideal, ou seja, não tem um prazo pré estabelecido.

A terceira onda serve para manter o peso adquirido após a onda 2, ou seja, é a fase de manutenção. Nesta fase, boa parte dos alimentos estão liberados, porém com moderação. Segundo Guttersen, o metabolismo é alterado durante as duas fases anteriores, fazendo que o carboidrato seja melhor digerido pelo organismo.

Os 10 super alimentos da dieta de Sonoma

Em todas as fases é essencial a presença de 10 super alimentos. São eles:

1. Amêndoas
2. Pimentas de todas as cores
3. Blueberrys
4. Brócolis
5. Uvas
6. O azeite de oliva
7. Espinafre
8. Morangos
9. Tomate
10. Cereais integrais

Alimentos que devem ser evitados na Dieta:

Como foi dito anteriormente, a dieta consiste em uma mudança de hábitos, e para isso devemos evitar alimentos ricos em carboidratos refinados e/ou gordura saturada ou trans como:

Refrigerantes e outras bebidas açucaradas
Açúcar, ou alimentos com adição de açúcares
Doces em geral
Biscoitos salgados, a menos que sejam de grão integral
Cereais, a menos que sejam de grão integral e de pelo menos 8 gramas de fibra por porção
Produtos industrializados
Os óleos com exceção de azeite extra virgem
Maionese
Molhos para salada
Manteiga ou margarina
Lacticínios que não são livres de gordura, incluindo queijo, queijo creme, leite, etc.
Carnes gordas, como bacon ou salsicha
Alimentos com gordura hidrogenada ou parcialmente hidrogenada

Regras da Dieta de Sonoma

Diferente de outras dietas, a Dieta de Sonoma não é regido pelo número de calorias ou peso do alimento. A quantidade de comida é de acordo com o tamanho do prato. Isso faz com que não se coma mais do que necessário. Para o café da manhã, é necessário que se use um prato até 18 cm de diâmetro. Para almoço e jantar, o prato deve medir até 23 centímetros. Como preenchê-los, dependerá de qual nível da dieta você se encontra.

A dieta de Sonoma implica também em fazer exercícios regularmente e seus cardápios são bem variados, com alimentos ricos em vitaminas e minerais. Porém, você deverá estar ciente que deverá tirar da sua alimentação, alimentos com açúcares e gorduras trans e saturadas.


Porém, se estiver determinada a emagrecer de forma saudável e definitiva, a Dieta de Sonoma pode ajudar a conquistar o peso que sempre sonhou!

Não deixe de ler:
A Dieta de Sonoma – Fase 1
A Dieta de Sonoma – Fase 2
A Dieta de sonoma – Fase 3

 

Artigo escrito por, Silvia Kawanami do blog De bem com a vida.