emagrecer
Emagrecer nunca é fácil, mas quando se quer, quando se tem realmente força de vontade e objetivos, tudo pode acontecer. Recebemos mais um depoimento para o nosso Eu consegui emagrecer de quem conseguiu o corpo esbelto que tanto queria.

O texto abaixo foi escrito por Iara Cristina de Souza da Silva, da cidade de Franca-SP, atualmente com 23 anos.

Quem acredita sempre alcança!!!

Pode parecer meio maluco, mas esse acontecimento foi tão incrível em minha vida que preciso compartilhar com as pessoas, porque quando se acredita e se tem fé e persistência o resultado vem.
Me lembro como se fosse hoje, eu estava em fase de transição, saia da 8ª série para o tão temido colegial, onde geralmente as meninas são todas lindas, magrinhas e populares e os rapazes sarados e estilosos. Querendo ou não esse é um ciclo assustador para os adolescentes é a fase da ”aceitação” , do ”populismo”.
emagrecer muitoFérias de Dezembro eu tinha 15 anos e 100 kg. Havia chegado no meu limite, ao extremo, ao fundo do posso. A ideia de ser gorda me consumia e acabava comigo aos poucos. Eu não saia, não frequentava as festas, odiava comprar roupa, não suportava o espelho, usava roupas largas e corria da balança igual o diabo corre da cruz.
No dia 16/12/2004 fui a uma loja da minha cidade junto a minha mãe comprar uma calça jeans, chegando lá não havia nenhuma na minha numeração, desesperada no vestiário agachei chorei e fiquei ali durante uns 5 minutos chorando e gritando por dentro. As vendedoras e a minha mãe ficaram preocupadas e começaram a bater na porta, respirei fundo enxuguei as lagrimas e com os olhos vermelhos me vesti abri a porta e disse a vendedora:
” – Separa essa calça pra mim que daqui um mês eu volto para buscar”. Assustada ela me disse, mas a numeração dela é 40, a lágrima escorreu e eu repeti novamente, guarde que eu voltarei.
Saímos da loja e eu estava bem determinada do que eu queria, passamos no varejão e eu comprei vários pés de alface e alguns tomates e minha mãe em silêncio sem entender nada. Durante 7 dias eu comia alface e tomate em todas as refeições e ao final da primeira semana subi na balança e havia perdido inacreditavelmente 12 kg.
Vendo o resultado rápido daquela minha loucura resolvi persistir, pois a sensação de estar emagrecendo me fazia bem, me mantinha viva, não queria saber se era correto ou não queria emagrecer.
Durante longos e infindáveis 30 dias a minha alimentação baseava-se em alface e tomate, era no cafe da manhã, no café da tarde, no almoço e na janta. Até que um dia quando me dei conta já havia perdido 45 kg. Eu era magra, a minha cintura era minuscula e o meu corpo cheio de curvas.
HAVIA PERDIDO 45 KG EM APENAS 30 DIAS.
Voltei a loja e infelizmente a calça 40 não me serviu… pois ela ficou larga, tive que levar a 38.
Os meus amigos, vizinhos, professores, parentes, não acreditavam no que estavam vendo diante de seus olhos, parecia um milagre e as pessoas me olhavam um pouco assustada, como se não acreditassem no que estavam vendo.
Passaram-se 8 anos e hoje em dia peso 58 kg e tenho um 1,57. Não sou magrinha, pois a minha estrutura é quadril largo e cintura fina. Mas posso dizer que tenho um corpo agradável e que me faz bem.
Não perdi somente quilos, ganhei auto estima, alegria e vontade de viver.
Depois dessa drástica dieta, fiz algumas adaptações e hoje em dia como normalmente, quando exagero, faço alguma dieta de emergência e recupero o prejuízo.

Acreditar em si mesmo é o que faz tudo acontecer, quando se quer se consegue.