Usado para controlar o estresse, auxiliar no sono, atuar no tratamento da depressão e prevenir a gripe, o ginseng é muito usado entre os estudantes de grande performance.

O ginseng é uma planta medicinal conhecida como o elixir da longa vida. Ela é originária da Manchúria e é utilizada há 3000 anos na Ásia oriental em artes de cura tradicional, para diminuir o estresse, o cansaço, melhorar a qualidade de vida e proporcionar a longevidade.

Esta planta não é utilizada apenas para um fim, ela pode combater várias doença  específicas e atuando diretamente na melhora das defesas do organismo.

O ginseng combate tanto doenças que se demonstram fisicamente quanto doenças psíquicas, podendo ter seu uso indicado também nos casos de pacientes que fazem tratamento de quimioterapia ou radioterapia com o intuito de reduzir os danos causados por esses tratamentos.


Alguns estudos, confirmaram que o ginseng possui poder anti-envelhecimento, sendo um ótimo antioxidante e protegendo o coração e o organismo dos idosos, em especial.

Os benefícios do ginseng para saúde são vários e podem ser indicados para tratamentos de doenças específicas, tomando como base o seu tipo.

O ginseng coreano ou chinês, por exemplo, é chamado cientificamente de panax ginseng e tem maior indicação para quem procura a melhora da circulação sanguínea, pois ele é um estimulante.

Já o ginseng americano, chamado cientificamente de panax quinquefolius, é um calmante e serve para controlar o estresse, auxilia no sono, atua no tratamento da depressão, além de prevenir a gripe (principalmente em idosos),prevenir o câncer e também apresentar benefícios no tratamento da impotência, por ser um estimulante sexual também.

O ginseng americano também melhora a memória, diminui o cortisol em pacientes com diabetes e ajuda a reduzir a pressão arterial.

O ginseng é popularmente conhecido como o protetor da memória!

Sua ação se dá através da presença dos flavonoides presentes em sua composição, o permite além de aumentar em fluxo de sangue no cérebro, ainda reduzir agregação de plaquetas e evitar microderrames e coágulos, que são os maiores responsáveis pelas falhas de memória.

O ginseng é famoso pelo seu uso por estudantes, pessoas que tem desgaste mental acentuado e atletas (já que o ginseng age também na melhora de condicionamento físico), por sua ação estimulante, que permite maior disposição e explica o seu uso antes de práticas esportivas, estudos ou trabalho.

Há efeitos colaterais do ginseng, quando consumido em excesso, que podem ser desde diarreia e insônia até o aumento da pressão arterial. O uso do ginseng é contra indicado para pessoas com infecções renais e para as mulheres grávidas ou durante a fase de lactação.


Recomenda-se tomar de 5 a 10 gramas de ginseng por dia, e quando em pó, basta misturar uma colher de sopa as principais refeições.

Também pode-se tomar uma cápsula diária ou consumir de 3 á 4 xícaras de chá por dia.

Nunca é demais avisar que, antes de usar qualquer medicamento ou planta medicinal, é indicado procurar um médico ou um especialista para confirmar as informações!