multivitaminicos
Quando o assunto é suplementação alimentar ainda existem muitas dúvidas com relação a quem deve tomar suplementos alimentares e também sobre quais são os suplementos alimentares mais indicados para cada pessoa. Aqui poderá ver porque praticamente qualquer pessoa realmente necessita de suplementos para estar realmente bem nutrido.

Talvez neste momento deva estar pensando que quem faz uma boa (boa mesmo) alimentação não precisa de suplementos alimentares, o que até é verdade, porém quem realmente faz uma boa alimentação atualmente? Se avaliar atentamente verá que mesmo que aparentemente se alimenta bem na verdade pode estar se alimentando muito mau.

Antigamente as pessoas (inclusive atletas) não tomavam suplementos e eram muito fortes, realmente bem alimentadas, mas existem alguns pontos que mudaram drasticamente na alimentação e fizeram com que a comida de hoje em dia já não seja tão nutritiva quanto a de outros tempos, veja:

  • Solo degradado: muitas verduras, frutas e legumes estão sendo cultivados em solos já pobres em nutrientes, desta forma as plantações se desenvolvem devido a produtos químicos e não a qualidade do solo.
  • Carnes são precárias: as carnes que consumimos atualmente são provenientes de animais que não se desenvolveram no tempo devido, além de tudo ainda são repletas de hormônios que estimulam o crescimento acelerado nestes animais.

A realidade é esta, nossa alimentação está deficiente, os alimentos não tem condições nem tempo suficiente para absorver os nutrientes necessários (e em quantidades necessárias) para nos manter nutridos. A exceção a isto pode ser encontrada em uma alimentação orgânica em que o cultivo e criação são completamente diferentes, porém nem sempre é fácil encontrar todos os alimentos orgânicos e também deve considerar que são bem mais caros.


Suplementos, a Base para um Corpo Forte e Saudável!

A principal deficiência da maior parte das pessoas é de vitaminas e minerais, tendo uma nutrição rica em vitaminas e minerais já terá a base necessária para uma boa saúde. Há pessoas que possuem necessidades maiores de outros nutrientes como aminoácidos, proteínas e até mesmo maiores quantidades de calorias, mas geralmente são praticantes de atividades físicas intensas.

Para a maior parte das pessoas os suplementos mais indicados são os multivitamínicos, possuem uma grande abrangência de vitaminas e minerais essenciais e sem correr o risco de ultrapassar as quantidades diárias recomendadas, o que também não é aconselhável pois vitaminas em excesso também podem prejudicar a saúde.

Existem também suplementos com apenas uma vitamina específica, a vitamina e seus cofatores e ainda suplementos com todo um complexo vitamínico, como pode se ver facilmente em suplementos de complexo B. Este tipo de suplemento é extremamente eficiente, porém é indicado que tome sob orientação de um médico ou nutricionista devido ao risco de exceder as quantidades diárias recomendadas pois são suplementos concentrados de cada vitamina.

Outros Suplementos Já Adicionados de Vitaminas Também Ajudam!

Algo que está se tornando bastante frequente é a venda de suplementos como hipercalóricos e shakes para emagrecer já adicionados de diversas vitaminas e minerais, isto certamente irá contribuir de forma positiva para sua alimentação. Vamos tomar como exemplo um hipercalórico que seja adicionado de vitaminas:

  • Terá sua função inicial atendida: aumento do aporte calórico diário
  • Benefício extra: por possuir vitaminas e minerais mesmo que sua alimentação não seja boa estará bem nutrido.

Ao tomar seus suplementos alimentares é apenas aconselhável que sempre observe qual o percentual de IDR que cada vitamina e mineral representa, desta forma evitando tomar além do necessário. É frequente esta superdosagem em pessoas que associam multivitamínicos a outros suplementos adicionados de vitaminas.

Digamos que tome um hipercalórico que ofereça 30% do IDR de vitamina B6, e que tome 2 doses por dia, isto já representa 60% do IDR, neste caso já não há necessidade de um multivitamínico pois o correto é que sua alimentação seja capaz de fornecer ao menos isso, o que faria com que ultrapassasse a dose diária recomendada.