desta vez emagreço dieta dos pontos
Conheci a Rosa a pouco tempo mas já sou fã incondicional de sua força de vontade e determinação. Depois de passar a infância e a sua adolescência brigando com a balança, Rosa encontrou no livro Desta vez eu Emagreço do Dr.Alfredo Halpern a Dieta dos pontos e com ela eliminou 40 kg.

E nesta luta contra os quilos extras, seu marido foi sempre seu maior aliado, companheiro, incentivador.

Neste depoimento ela nos conta como foi essa luta, tenho certeza que o ajudará a muitos a nunca desistirem, por mais difícil que pareça.

E estendo o mesmo convite a todos que queiram compartilhar seus sucessos. Entrem em contato conosco pelo e-mail dietaebeleza@gmail.com, assunto “Eu consegui emagrecer” e conversaremos sobre seu artigo.

Uma vida de luta

Rosa elisa 1Sempre fui gorda. Todas as minhas fotos, desde bebê, sempre gordinha, sempre… Na idade da pré escola começaram os desafios, por causa da discriminação e sempre ponto de referência, a gorda…..

Mas eu sempre tive um temperamento muito forte e sempre me achei bonita, mesmo gorda, mas lá no fundo do coração a vontade de ser somente como uma pessoa normal, me faz chorar ainda quando lembro. Então com 09 anos minha mãe me levou pela primeira vez em um endocrinologista, e aí foi só o começo da trajetória de toda pessoa gorda. Então minha vida passou a ser: emagrece, engorda…… um novo médico….. emagrece-engorda… fórmulas todas possíveis e imagináveis, e assim muito cedo conheci o efeito sanfona. Maior desespero era quando chegava as terças e quintas-feiras que tinha aula de educação física e tinha que virar cambalhota rsssss….. é claro que eu nunca consegui, quem viveu uma vida toda gorda sabe de que estou falando… Assim foi, toda minha infância e adolecência.

Mas graças a Deus, os quilos extra não me impediram de namorar, casar e ter filho…. Pra me casar foi a época que fiquei mais magra, tomava 6 comprimidos e uma injeção todos os dias, que até hoje não sei para que servia, me casei com 79kg. Depois de 4 anos de casada, engravidei e já estava pesando 89, no final da gestação cheguei aos 103.5, as amigas sempre falando que na hora que eu começasse a amamentar eu iria emagrecer, mas comigo foi ao contrário… Amamentava de um lado comia do outro, então o ponteiro da balança pulou para 107.5.

Fiquei com este peso um bom tempo. Por fora parecia conformada, mas no fundo, dentro de mim, só Deus sabia o desejo de ser, simplesmente normal.

No auge do desespero

Foi então, final de dezembro de 89, que uma cunhada minha também obesa, 128kg, passou por uma cirurgia de redução de estômago e toda a dificuldade dela começou a mexer profundamente comigo. Minha sogra começou a encher minha cabeça que se eu não fizesse como a filha dela, eu nunca conseguiria emagrecer………

Ela falou tanto na minha cabeça, que um dia, em meio ao desespero e sem saber o que mais fazer, liguei pra tal cunhada pedindo pra ela marcar consulta. Fui escondida do meu marido, porque ele nunca foi a favor desta cirurgia. Fui ao médico, conversamos durante uns 30 min.

Ele preparou toda uma papelada, mas não colocou nenhuma data, então isto me intrigou. Antes de eu perguntar qualquer coisa, ele me disse: Rosa, engorde mais 20kg, volte aqui então te opero……. Sai do consultório em estado de choque. Fui pra casa muda. Então meu marido começou a perguntar o que estava acontecendo, mas eu respondia que não era nada, por várias vezes.

Certo dia, desmoronei em choro, um misto de ódio, raiva, frustração e sentimentos doloridos. Contei pra ele tudo que havia acontecido. Na hora, ele também ficou bem irritado, com o médico, com a irmã dele, com a mãe dele, e claro que eu também não escapei, mas com muito amor, ele me disse que se eu decidisse emagrecer, de uma vez por todas, ele estaria disposto a me ajudar mais uma vez…. Então começou mais uma maratona, só que desta vez ele deixou bem claro que iria me ajudar até o fim mesmo….

Amor, luta e vitória

Rosa elisa 2Que fim, nunca tinha feito algo ate o fim. No meio eu desistia e jogava tudo pra cima, e voltava comer como uma doida compulsiva. Mas desta vez senti que seria diferente. Levantávamos as 5:30hs para uma caminhada básica, dieta todo gordo sabe todas, foi a hora de escolher uma e, pouco a pouco, o ponteiro da balança começou a descer, descer, quando cheguei aos 87. Nessa época, tive uma crise bem terrível. Chorava e falava pra ele que eu não queria mais, mas ele me acolhia em amor e me falava que eu queria ser magra sim e que eu iria conseguir….. É lógico que não era tranqüilo assim, porque quando um gorda compulsiva quer comida, só Jesus pra ajudar, e Ele me ajudou mesmo e foi assim até que cheguei aos 67kg…… Meu marido fala que foi com muito suor e lágrimas…….

Eu gastei 8 meses para emagrecer estes 40k.

Depois de um ano que emagreci, fiz abdominalplastia-retiraram 2,5k de pele, passaram mais 10 meses fiz a plástica das mamas. Hoje sou outra mulher.

Já se passaram 10 anos. Minha luta continua. Todo dia, dia após dia. Mas posso dizer que sou vencedora. Quando começo a engordar, um pouco que seja, Deus me deu um amigo verdadeiro que me ajuda nesta batalha e que me lembra de onde eu sai e tenho certeza que pra lá eu não quero voltar……

Todos nós somos capazes de tudo, quando realmente batalhamos pelo que queremos.

Relato escrito por Rosa Elisia França