CAPA-Sabia que existe acne solarDescubra o que é e como tratar a acne solar no artigo de hoje!

A acne, também chamada de cravos e espinhas, já é uma velha conhecida dos adolescentes e de muitos jovens adultos.

Mas existe uma outra patologia dermatológica chamada de acne solar, que se parece bastante com a acne comum, mas as causas não estão diretamente ligadas a mudanças na quantidade de hormônios sexuais e sim, ligados a exposição excessiva ao sol.

A acne solar caracteriza-se por erupções que surgem na pele, atingindo principalmente áreas próximas a cabeça e que recebem maior radiação solar como o peitoral, as costas e os ombros.


Essa patologia surge poucos dias após a exposição intensa destas áreas ao sol e aparecem no formato das espinhas hormonais, porém podem ser consideradas como o sintoma de um grau de queimadura solar.

Elas são mais comuns na época do verão, por conta da maior exposição das pessoas a radiação solar, seja na praia, piscina ou mesmo pelo hábito de andar sob o sol sem  proteção contra a radiação.

A acne solar é bastante confundida com a acne normal pelas suas características semelhantes, formação de lesões pequenas “bolinhas  endurecidas” e algumas “bolhinhas de pus”, chamadas de pustulosas e algumas avermelhadas devido à inflamação. A maior diferença física da acne solar é a presença de algumas erupções doloridas.

A forma mais eficaz de evitar a acne solar é o uso de roupas para cobrir as partes mais expostas a radiação. Porém, como não faz parte da cultura do brasileiro usar  roupas que cubram os ombros, peitoral e costas em praias e piscinas, o uso do protetor solar é o mais indicado para evitar a acne solar, assim como a maioria das patologias dermatológicas.

Na hora de escolher esse protetor solar fique atento ao fator de proteção (quanto maior melhor) e de preferência aqueles com base não oleosa, além de está sempre atento em aplicá-lo antes e durante a exposição ao sol.

MIOLO-Sabia que existe acne solar

O tratamento da acne solar

Não se faz necessário nenhum tipo de tratamento específico para curar a acne solar, o próprio organismo com o passar do tempo e se evitando a exposição solar já consegue reverter o quadro da patologia e a acne solar tende a ir melhorando gradativamente.

Mas, caso você tenha alguma doença relacionada a dificuldade de cicatrização, como a diabetes, ou queira um tratamento mais rápido, alguns medicamentos podem ser usados.

O tratamento da acne solar com medicações pode ser feitos com remédios para tratar a acne hormonal, como esfoliantes de pele e antibióticos em loção ou gel, quando houver inflamação.


Saiba mais sobre acne solar, como preveni-la e tratá-la, além de outras patologias dermatológicas acompanhando o nosso site.