MIOLO-Saiba mais sobre algumas das principais doenças bacterianasAs doenças bacterianas são aquelas infecções causadas por bactérias ou fungos. Normalmente, elas são contagiosas e passam de pessoa para pessoa, por isso deve-se ter muito cuidado e sempre está atento no uso de locais públicos como piscinas e saunas.

No artigo de hoje vamos discutir mais sobre as três principais doenças bacterianas e como se livrar delas. Acompanhe!

1 – Candidíase

A candidíase é uma infecção provocado pelo crescimento fora dos padrões de uma das espécies do fungo Candida, normalmente os da espécie “Candida albicans” e aparece como uma das principais doenças bacterianas.

Ela pode afetar a pele do indivíduo (inclusive na região dos órgãos genitais), as unhas, a garganta, a boca e em casos mais graves chegar a atingir a corrente sanguínea da pessoa.


O fungo da candida vive no corpo humano em condições normais e não causam problemas, porém os problemas com o  fungo Candida começam a surgir, quando há alteração das condições corporais normais, seja pelo uso de roupas molhadas em ambientes de calor, pelo uso de medicamentos que deixam as condições mais propícias ao fungo ou pela presença de algum problema de saúde e assim, passa a se caracterizar como uma doença bacteriana.

Vale lembrar que, a candidíase é contagiosa e pode ser transmitida por contato sexual, sem preservativo. Mas ela não é uma doença sexualmente transmissível (DST), já que pode acontecer também nas pessoas que nunca tiveram relações sexuais.

A cura da candidíase é alcançada com o uso de medicamentos antifúngicos ou pomadas para candidíase como o Itraconazol, a Nistatina ou a Cetoconazol e o Fluconazol.

CAPA-Saiba mais sobre algumas das principais doenças bacterianas

2 – Frieira (pé de atleta)

Uma das doenças bacterianas mais comuns, principalmente nas pessoas que usam tênis ou sapato fechado o dia todo, a frieira é uma infecção da pele causada pelo fungo “Tricophyton” e que pode ser transmitido de maneira direta de pessoa para pessoa.

O contágio de maneira direta ocorre quando você tem um contato próximo com o a região infectada, mas há também o contágio indireto, onde ao ter contato com superfícies contaminadas pelo fungo “Tricophyton”, como banheiros públicos e vestiários, a pessoa se contamina pela frieira.

Uma forma de tratar a frieira é misturar 50 gramas de cânfora com 200 ml de álcool etílico hidratado e passar a mistura todos os dias, antes de dormir, nas áreas afetadas pela frieira.

3 – Dermatite seborreica (caspa)

A dermatite seborreica, popularmente conhecida como caspa, é uma inflamação crônica que costuma aparecer em partes do corpo humano com maior produção de oleosidade como no couro cabeludo, nas sobrancelhas e na barba.

Uma das formas de caspa é através contraída através da proliferação do fungo denominado “Malassezia”, que se alimenta da oleosidade natural e provoca irritação e descamação do local, ou seja, caspa.