CAPA-O que é embolia pulmonarA doença embolia pulmonar, é na verdade uma derivação da doença chamada Tromboembolismo venoso, que é uma doença caracterizada pelo interrompimento do fluxo sanguíneo, causado por coágulo e pode gerar a Trombose Venosa Profunda (TVP) e em casos mais graves, a embolia pulmonar.

Nesse artigo vamos falar, especificamente, sobre a embolia pulmonar, suas causas causas e formas de prevenção.

Como falamos, a embolia pulmonar é uma consequência do tromboembolismo venoso e segundo especialistas, é a pior consequência do tromboembolismo venoso, sendo classificada como a causa mais comum de morte hospitalar que poderia ser evitada.

Na embolia pulmonar, um coágulo (ou o trombo) formado por bolhas de ar, gotículas de gordura, líquido amniótico, parasitas ou células cancerosas e, em grande parte dos casos, um coágulo de sangue, que se desprende e se movimenta por toda a corrente sanguínea, provocando um processo chamado de embolia.


Essa embolia segue para os pulmões e uma vez lá, pode haver uma obstrução que pode prejudicar a respiração ou até matar em poucos minutos.

Uma embolia pode ficar presa no cérebro, no coração, nos pulmões, entre outra área, levando a lesões graves, mas nesse artigo trataremos apenas da embolia pulmonar!

A embolia pulmonar é causada pelo entupimento de uma artéria, em sua grande maioria por conta de um coágulo de sangue que é proveniente de veias das pernas, que foi formado na região da coxa ou na área dos quadris, durante um quadro de trombose venosa profunda (TVP), que se solta e vai até os pulmões.

Em casos mais raros, o  entupimento de uma artéria e surgimento da embolia pulmonar pode ser causado por bolhas de ar, líquido amniótico, gotículas de gordura, parasitas ou células cancerígenas.

MIOLO-O que é embolia pulmonar

Quem corre mais risco de desenvolver embolia pulmonar?

Qualquer pessoa pode sofrer com uma embolia pulmonar, a qualquer momento da vidas, mas alguns fatores podem significar um aumento no risco de desenvolver essa doença tão letal.

Ter na sua família pessoas que já sofreram com trombose venosa profunda (TVP) ou casos da própria embolia pulmonar, já é um sinal de alerta; Apresentar problemas no coração, como a hipertensão, sem que essa doença esteja controlada através de uma alimentação com pouco sódio e atividades físicas regulares e ter ou já ter tido alguns tipos de câncer, em especial, câncer no pulmão, também são sinais de risco.

Outros fatores que podem provocar a embolia pulmonar são, a vida sedentária, já que ao ficar muito tempo deitado ou sentado, seja por ser um pós-cirúrgico, uma recuperação de fratura na perna ou qualquer outra situação que necessite ficar um tempo na internação hospitalar ou em repouso em casa, pode levar a uma embolia pulmonar.

Ficar parado por muito tempo é um fator de risco, pelo fato do organismo precisar se movimentar para ter uma fluxo sanguíneo correto, tanto no bombeamento do sangue pelo coração para o resto do corpo, quanto para o retorno do sangue ao coração, por músculos como as panturrilhas.


Outros fatores que representam risco são a obesidade e o tratamento com suplementos de estrogênio,como as pílulas anticoncepcionais e a terapia de reposição hormonal, além da gravidez.