CAPA-Tipos de água e os benefícios ou malefícios associados ao uso de cada umaNão é novidade nenhuma falar que a água é essencial para a vida dos seres vivos.

Se começarmos falando em escala microscópica, as células animais tem 70% de todo o seu volume celular composto por água, que atua como solvente, dissolvendo e transportando materiais na célula, também envolvendo as organelas e participando de inúmeras reações bioquímicas fundamentais para manutenção de um organismo saudável, como formação e a quebra de moléculas.

Se considerarmos o corpo humano, em seu tamanho real, essa quantidade de água no corpo continua grande, correspondendo a cerca de 80% do corpo de um ser vivo. Devido a essa importância da água que decidimos falar sobre os “Tipos de água” e os benefícios ou malefícios associados ao uso de cada uma.

Hoje, temos uma grande variedade de “Tipos de água” sendo comercializada, como a água gaseificada, a água adicionada de sais e a água saborizada ou flavorizada.


Porém mesmo com tantas opções, o “Tipos de água” mais indicado para beber ainda são as tradicionais e que não passam por adição de componente químicos, como a água mineral e a água mineral com gás.

Essas são provenientes de fontes naturais e ainda oferece quantidade de minerais, a depender do local e forma de captação.

Elas não contém substâncias químicas e aditivos e assim, não apresentam desvantagens no seu uso, mesmo a água mineral com gás, que também são provenientes de fontes naturais, só que ricas em dióxido de carbono.

A única exceção é o desconforto abdominal que a água mineral com gás, pode causar em pessoas que possuem sensibilidade gástrica.

MIOLO-Tipos de água e os benefícios ou malefícios associados ao uso de cada uma

No mercado encontramos uma gama de “Tipos de água”, criados pela indústria de bebidas, procurando atrair novos públicos ou até mesmo usado como alternativa para suprir necessidades nutricionais de algumas dietas. Os principais “Tipos de água” disponíveis no mercado são:

1 – Água gaseificada

O gás é produzido artificialmente ao adiciona-se dióxido de carbono no momento do envasamento. Ela é boa opção para drinques, mas é contra-indicado para quem sofre de gastrite ou refluxo.

2 – Água com sais

Este é purificado por processos químicos e recebe dosagens de sais, porém esse excesso pode sobrecarregar os rins.

3 – Água saborizada ou flavorizada

Este é um dos “Tipos de água” que mais ganhou destaque. Isso porque, ele é usado como uma alternativa menos nociva ao refrigerante, pois contém quantidade reduzida de gás e quantidade de calorias reduzidas e sabor parecido.


Mas por ter aromas e adoçantes artificiais, também traz malefícios quando usados regularmente e demora mais para ser absorvido pelo organismo.

4 – Água tônica

É classificado como um refrigerante e possui substância de sabor amargo, mas usa muito açúcar ou adoçante na sua composição para a bebida ficar com sabor.