Hoje em dia, com diversos tratamentos à disposição, a mulher não precisa mais sofrer com os sintomas da menopausa. Os mais procurados são as terapias de reposição hormonal, que é indicada para os casos mais graves, ou seja, quando os sintomas interferem na qualidade da vida da mulher.

Tipos de terapia de reposição hormonal

Terapia Hormonal de estrogênio:

Consiste em uma dose baixa de estrogênio, que pode ser manipulado em forma de pílula ou transdérmica que pode ser em creme, gel ou adesivo. Existe também a opção intra-uterina ou subcutânea vaginal ou intra uterina.

Terapia Hormonal de Progesterona / estrogênio:


Esta terapia consiste em doses combinadas de estrogênio e progesterona. Existem dois tipos de obter a progesterona: A natural, à partir da urina de éguas prenhas e a sintética, feita quimicamente em laboratório.

Terapia de Modulação Hormonal Bioidêntica

É o tipo de reposição, onde os hormônios são iguais ao que o organismo produz, porém podem ser de origem natural ou sintéticos. A vantagem é que não há riscos de rejeições pelo organismo. A desvantagem é a ação lenta e gradual, porém duradoura e eficaz, sendo portanto, uma boa alternativa de reposição hormonal.

Tratamentos alternativos

Mas não são todos os casos, que necessitam de TRH. Algumas mulheres felizardas possuem sintomas mais amenos e nesses casos, existem outras boas alternativas que combatem os sintomas. Veja quais são:

Exercícios físicos

Uma mulher ativa têm muito mais chances de não sofrer com os sintomas agudos da menopausa. Esse foi o resultado de um estudo, onde um grupo de mulheres foram testadas. Metade do grupo fizeram exercícios aeróbicos duas vezes por semana e o outro grupo era sedentário.

Depois de 1 ano, o grupo ativo tiveram 55% das ondas de calor reduzidas e ainda ganharam 1% de densidade óssea, enquanto que o grupo sedentário continuaram com a mesma intensidade das ondas de calor e ainda perderam cerca de 2% da densidade óssea.

Como podemos ver, a atividade física é a melhor solução para quem não quer sofrer na menopausa e que também não querem fazer TRH. Além de aliviar os sintomas, foi comprovado que uma vida ativa, ajuda a combater a osteoporose, muito comum nessa fase da vida, pois ajuda a aumentar a densidade mineral óssea.

Yoga

A yoga tem sido muito procurada por mulheres que estão entrando na menopausa. Seus benefícios ajudam tanto fisicamente como psicologicamente. A yoga nos permite consciência corporal e mental, fazendo-nos compreender melhor tudo que nos cerca e resgatando o equilíbrio necessário para poder passar por essa fase sem ansiedade e sem estresse.


Acupuntura

A acupuntura também tem sido uma ótima aliada para combater os sintomas. Segundo mulheres que se submeteram a um teste com duração de 10 semanas, a acupuntura reduz as ondas de calor, assim como as alterações de humor, insônia e diversos outros sintomas desagradáveis da menopausa.

A acupuntura não oferece nenhum risco à saúde, sendo então uma ótima alternativa para quem não quer sofrer com os sintomas e ao mesmo tempo não quer ou não pode se submeter ao tratamento de terapia de reposição hormonal, devido aos seus riscos ou por problemas de saúde.