Um dos erros mais básicos e talvez também mais frequente em dietas é no momento de elaborar o cardápio para a dieta, a maior parte das pessoas simplesmente mantém seu foco em cortar apenas calorias (ou restringir apenas algum grupo alimentar). Uma dieta deste tipo realmente pode ajudar a emagrecer, porém acarreta em 2 grandes problemas que podem comprometer o sucesso de sua dieta, que são:

A dieta fica mais difícil: quanto mais restritiva for uma dieta certamente mais difícil será a manter, seguir à risca um cardápio muito restritivo não é fácil e também não deve ser feito por muito tempo. Por não poder manter a dieta por muito tempo já sabe também que mesmo que emagreça não será uma grande diferença, ao menos não sem colocar sua saúde em risco.

A dieta é menos eficaz a longo prazo: emagrecimentos muito acentuados tendem a fazer com que seu metabolismo fique mais lento (por causa da escassez de alimentos), com isto assim que termina a dieta e retoma sua alimentação normal acabará engordando novamente (efeito sanfona).

A boa notícia é que é perfeitamente possível emagrecer se alimentando bem, o que é ainda melhor, não precisa ser uma alimentação praticamente sem sabor como podemos ver em uma série de cardápios para dieta. Para isso é preciso compreender alguns conceitos básicos sobre nutrição e terá condições de montar seus próprios cardápios para emagrecer!

Calorias, isto Definitivamente NÃO Importa!

Se pretende fazer uma dieta curta apostar na diminuição de calorias até pode ser uma boa estratégia, porém se pretende ter resultados para toda sua vida pensar em fazer uma dieta restritiva é certamente a pior alternativa. Tenha sempre em mente que cortar calorias envolve cortar alimentos e consequentemente estará cortando nutrientes essenciais.

Entenda que ao optar por uma alimentação mais saudável naturalmente estará consumindo uma quantidade menor de calorias mas ainda mantendo boas quantidades (talvez até mais) de nutrientes essenciais. O que é ainda melhor é o fato de que uma alimentação saudável ainda ajuda a retirar alimentos que realmente fazem engordar como açúcares e gorduras.

Se o assunto é aumentar o déficit calórico ao invés de diminuir a quantidade de calorias que estará consumindo o ideal é aumentar a quantidade de calorias que são queimadas durante o dia. Fazendo isto além de emagrecer ainda estará mantendo seu metabolismo acelerado, que ajuda consideravelmente no controle do peso a longo prazo.

O que Você Come é Mais Importante do que Quanto Você Come!

Todas as pessoas que compreendem isto e aplicam esta dica em seu dia a dia naturalmente chegam a seu peso ideal e permanecem nele com muita facilidade. Mesmo pessoas que comem em maior quantidade terão facilidade para se manter no peso se estiverem comendo com qualidade, uma alimentação rica em nutrientes naturalmente possui menos calorias e ainda proporcionam uma boa saciedade.

Então temos na verdade que a quantidade até importa, porém não é algo com que deva se preocupar uma vez que a quantidade será regulada naturalmente por seu corpo se estiver se alimentando da forma correta. Basicamente o que “dispara gatilhos” de fome e necessidade por doces é o consumo de carboidratos simples, com a redução do consumo destes carboidratos sua alimentação tende a se equilibrar naturalmente.

Vale lembrar que para ter uma alimentação realmente saudável é bastante indicado que consulte um nutricionista, desta forma este profissional terá como elaborar uma dieta que seja ideal para você, afinal cada pessoa possui suas necessidades nutricionais com base em uma série de fatores como por exemplo tipo de atividade física que pratica e com que frequência.